Sustentabilidade

Sustentabilidade é um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana.

Propõe-se a ser um meio de configurar a civilização e atividade humanas, de tal forma que a sociedade, os seus membros e as suas economias possam preencher as suas necessidades e expressar o seu maior potencial no presente, e ao mesmo tempo preservar a biodiversidade e os ecossistemas naturais, planejando e agindo de forma a atingir pró-eficiência na manutenção indefinida desses ideais.

A sustentabilidade abrange vários níveis de organização, desde a vizinhança local até o planeta inteiro.

A eficiência energética (EE) surgiu como conseqüência dos dois choques do petróleo, associados principalmente à instabilidade política no oriente médio (1973 criação da OPEP e a revolução Irã de 1979). Nessas ocasiões o mundo constatou que a era da energia barata, plenamente disponível e controlada por algumas empresas internacionais, tinha passado. Depois destes choques, com os ajustes realizados, houve certa acomodação do consumo e dos preços internacionais. Na década de 90 novos acontecimentos – a questão ambiental, o crescimento dos “BRICs”, aquecimento da demanda mundial, novos aspectos geopolíticos, etc, trouxeram a questão da energia definitivamente para o topo da agenda mundial.

Hoje a energia é tema permanente do G-8 e G-20 e, muitas vezes, domina a discussão dos principais lideres governamentais e empresariais nos diversos foros internacionais, mobilizando ainda a sociedade civil. Isso ocorre porque a forma como se produz, transporta e consome energia passou a ter implicações determinantes na geopolítica mundial, com implicações sobre o desenvolvimento econômico e os padrões e níveis de consumo dos diversos países e, de forma decisiva, na questão dos impactos ambientais global, regional e local.